77 – Amigos chegados, Irmãos de Oração

Eu tenho muitos amigos, graças a Deus. Muitos são engraçados, alguns são bravos, doidinhos na forma de ser, outros nem sempre os vejo, mas sempre estão lá, seja para “jogar conversa fora” ou me apoiar, aconselhar. Quando deixamos tudo diante de Deus, Ele cuida do tudo da gente. Até de nossas amizades. Ao caminhar, encontramos diversas pessoas pelo caminho, tenho certeza que Ele envia as certas para estar do nosso lado em cada período de nossa vida. Dentre esses meus amigos, consigo perceber o cuidado do Senhor. Tenho aqueles amigos perguntadores (Ahh, o que eu seria sem eles, viu!) que muitas vezes me perguntam coisas que também tenho dúvidas e isso é maravilhoso, pois me provocam a procurar as respostas. Tenho os que me fazem chorar, de alegria, por tê-los em minha vida e sempre ter um conselho para certas situações que colocam minha paz em risco. Há aqueles com o timbre de voz lindo e incomum, que faz cada áudio do whatsapp (um apoio ou uma fala engraçada) ser tão aconchegante… Eu tenho amigos maravilhosos que me ajudam na caminhada e por eles eu estou aqui. Eles me fazem estar mais próxima de Deus, não só pelo fato de me perguntar e me provocar a encontrar respostas, fazer brincadeiras que me tiram gargalhadas ou por sempre me ajudar… não, não é apenas por estes motivos. Além de tudo isso, eles me fazem agradecer a soberania de Deus em me enviar pessoas tão únicas para caminhar lado a lado. Para estar ao meu lado.
O amigo ama em todo o tempo; e para a angústia nasce o irmão. 
Provérbios 17:17
Continue Reading

21 – Segredos

Muitas vezes guardamos certas coisas sobre a nossa vida. As vezes sobre a vida de  alguém. Outras vezes descobrimos coisas… segredos… Cada um tem o seu, talvez vários, ou até compartilham algo muito secreto com alguém de confiança. Mas o principal segredo existente é o nosso interior. Nunca ninguém saberá o que se passa no seu interior, as vezes nem a própria pessoa entende o que acontece lá dentro. Mas o que ocorre além de uma mistura de medos
e incertezas se junta a sentimentos e convicções. Daí surge seus segredos, que muitas vezes não passam de verdades que seu eu insiste em resguardar, em esconder. Em algumas ocasiões, seu eu ignora suas emoções, fazendo você afirmar, a si mesmo, ser segredos seus que devem permanecer intactos e guardados só pra você. Tudo bem ter segredos, mas cuide-se para que esses tais não se tornem sentimentos reprimidos e nem cheguem a ser lutas interiores travadas dentro de você.
Se conhecer, verdadeiramente, pode não ser a coisa mais impressionante do mundo mas é a mais necessária.
Continue Reading