Identidade

Quem é você?
Se alguém lhe fizesse esta pergunta, responderia rapidamente ou ainda precisaria de um tempinho para elaborar uma resposta clara e verdadeira? Então, embora possamos viver dias “modernos” onde exaltam e “incentivam” nos aceitar do jeitinho que somos… há uma contradição. O mesmo mundo que se manifesta dizendo que você é livre para vestir, escolher, seguir ou crer no que quiser; instantes depois lhe impõe limitações. Entre tantas imposições, muitas vezes, é estranho avaliar o que ocorre ao nosso redor. É legal propor trabalhos de apresentações de dança, exposições corporais ou coisas do tipo e cobrar notas neles, mas é um absurdo tornar uma simples oração a Deus antes do início das aulas uma rotina dentro da grade escolar. Muitas vezes, o mundo irá tentar mudar a identidade do servo. Em Daniel 1:7 podemos ver uma situação assim: “E o chefe dos eunucos lhes pôs outros nomes, a saber: a Daniel pôs o de Beltessazar, e a Hananias o de Sadraque, e a Misael o de Mesaque, e a Azarias o de Abednego”. Nessa passagem, podemos ressaltar a importância que eles deram ao trocar os nomes daqueles jovens, a partir disso, tentariam inserir novos costumes, novas imposições, um novo falar, um novo portar diante daquela situação. Para nós, cristãos, nos é imposto uma forma de vida aqui neste mundo, mas assim como Daniel e seus amigos escolhemos não nos contaminar com o manjar do Rei. Sabemos que nossa morada não é aqui, sabemos que não estamos vivendo para as glórias desta vida e sim buscando a eternidade. Os nomes daqueles jovens no período babilônico foram trocados, mas eles sabiam quem realmente eram e continuaram servindo ao único e soberano Deus de Israel. Que tal ler o livro de Daniel e descobrir as maravilhas que Deus operou na vida deles por terem temor e obediência? Tenho certeza que vai gostar!

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *